Cores e gênero na decoração infantil
25 de junho de 2018
Kit de berço damask
26 de junho de 2018
.Texto: Redação / Fotos: Divulgação
Criança com alergia alimentar, bebendo leite. Ele tem pele branca, cabelos pretos e usa camisa azul, amarela e cinza.

Os sintomas da alergia alimentar podem demorar a aparecer e são normalmente confundidos com os de outras doenças. Mas é preciso estar de olho para realizar o tratamento no momento correto.

A alergia é uma resposta exagerada do nosso sistema de defesa. Sempre que algum invasor entra no organismo, o sistema imunológico trata de combatê-lo. “A alergia alimentar ocorre quando a defesa do organismo acredita que determinada substância alimentar, até então inofensiva, é perigosa para ele. Para se defenderem dessas substâncias, as células do sistema imune produzem moléculas chamadas anticorpos, iniciando os mais variados sinais e sintomas, característicos ou não, de um processo alérgico que pode ser imediato ou tardio”, explica o médico nutrólogo Alexander Luiz Gomes de Azevedo.

Segundo o especialista, é muito comum as pessoas confundirem alergia e intolerância alimentar. Na verdade, existe uma diferença básica entre elas. A alergia é a resposta exagerada do sistema imunológico, enquanto que intolerância é a dificuldade do organismo em digerir certos alimentos. Como o tratamento é basicamente igual nos dois casos, a diferenciação acaba não sendo tão importante.

Os sintomas da alergia alimentar podem demorar a aparecer, sendo facilmente confundidos com outras doenças, como obesidade, constipação, depressão, insônia, edemas etc. No Brasil, é muito comum a intolerância ao leite, ao queijo, ao trigo, aos ovos, à laranja, ao cacau e ao tomate, alimentos sempre presentes em nossa mesa.

Por que há tantas crianças com alergia alimentar hoje em dia?

Criança com alergia alimentar segurando uma pizza. Ele usa camisa jeans azul, com outra listrada por baixo.

É importante ficar de olho em tudo que vai para o prato dos pequenos

Basicamente, porque as mães não têm se preocupado  com a sua dieta na gestação. Nem estão amamentando seus filhos pelo tempo mínimo de seis meses. Isso gera a introdução precoce de alimentos industrializados (antes dos seis meses de idade).

O aleitamento materno exclusivo é um fator protetor que diminui o risco de as crianças virem a ter alergias alimentares no futuro. Outro motivo relevante é que nossos alimentos estão cada vez mais industrializados, processados e cheios de aditivos químicos, principalmente conservantes e corantes. Estima-se que 6% das crianças menores de três anos de idade apresentem algum tipo de alergia alimentar – e esse número está em crescimento.

O que é alergia à lactose?

A lactose é uma proteína presente no leite de vaca. Ela é responsável por muitos casos de alergias em crianças. As mais propensas são aquelas que têm contato com o leite de vaca precocemente, ou seja, antes dos seis meses de idade. Além das que ten pais com histórico de alergias alimentares.

Quais são os alimentos que mais provocam alergia?

Qualquer alimento pode provocar alergia. Mas os principais são: leite de vaca, trigo, ovo, soja, amendoim, nozes, cacau, milho, tomate, frutos do mar e peixes.

A alergia alimentar por leite de vaca, ovo, trigo e soja, geralmente, desaparece ainda na infância. Ao contrário da alergia a frutos do mar, amendoim e nozes, que pode durar mais tempo, inclusive por toda a vida.

É importante frisar que os alimentos ricos em proteínas podem provocar mais sensibilização no organismo humano, como o peixe. Mas vale ressaltar que o óleo do peixe, que é rico em ômega 3, ajuda a diminuir as chances de a criança vir a ter alergias em geral.

O leite materno é muito rico em ômega 3, entre tantos outros nutrientes fundamentais para a saúde da criança. Portanto, deve-se sempre estimular o ato de amamentar, que não é só de carinho, mas de responsabilidade com o futuro da criança.

Alimentos industrializados tendem a causar alergias?

A alergia aos aditivos encontrados em alimentos industrializados é rara, sendo os sulfitos, o glutamato monossódico e a tartrazina os mais implicados nessas reações.

Existem dois tipos de alergias: a imediata e a tardia. Que cuidados tomar?Quais são os sintomas?

A alergia pode ser imediata ou tardia. O principal cuidado é evitar o alimento causador do mal. A resposta alérgica imediata aparece de 15 a 30 minutos depois do contato com a substância que a provoca. Os sintomas mais comuns são: vermelhidão na pele, prurido (coceira), edema facial, edema nos lábios, vômito, diarreia, rinite, asma e até anafilaxia com hipotensão e choque.

A resposta tardia, por sua vez, chega a levar horas e até dias para se manifestar clinicamente após o contato com o alimento. Os sintomas não são tão específicos e podem se manifestar como gastrite, esofagite, dor abdominal, refluxo gastroesofágico, fezes amolecidas ou diarreia, dermatite herpetiforme com lesões pápulo-vesiculares e asma, entre tantos outros.

Por que alguns corantes causam alergias?

Porque são substâncias estranhas ao nosso organismo. E fazem com que o sistema de defesa se sensibilize a elas, podendo levar a reações alérgicas mais graves

Existem casos graves de alergia alimentar que, inclusive, podem levar à morte. Como os pais devem agir?

Essas reações graves e fatais  podem ocorrer em qualquer idade. Mesmo na primeira exposição ao alimento. Mas os mais susceptíveis são os adolescentes e adultos jovens. Além de portadores de asma e alérgicos a frutos do mar, nozes e amendoim.

Os pais devem ficar atentos e levar o filho imediatamente a um hospital ao perceber sinais e sintomas de alergia. Eles podem ser:

• Urticária
• Vermelhidão na pele
• Dificuldade de respirar
• Crise de asma.
• Hipotensão
• Sonolência
• Edema facial e nos lábios,
•  Náuseas, vômitos e diarreias

Em casos de crianças com alergias severas, o pediatra ou alergista poderá orientar os pais a levarem consigo sempre uma injeção com adrenalina. Esta deve ser aplicada no músculo da criança se ela tiver contato acidental com o alimento.

Frutos do mar, como camarão, também são causadores de alergias?

Sim, porque eles têm proteínas que podem sensibilizar o organismo da criança. Principalmente a chamada tropomiosina. Essa alergia pode ser muito perigosa e durar para o resto da vida.

 

Veja também: Como evitar 12 incômodos da gravidez e 5 passos para evitar assaduras 

 

Assine nossa newsletter

Guia de Fornecedores



Inclua sua marca aqui!



Agenda

Próximo Evento:

No upcoming events.

Su Mo Tu We Th Fr Sa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 «  ‹ nov 2019 ›  » 



Pin It on Pinterest